Como curar a dor e recuperar a esperança quando nada parece dar certo.

Salmos 11:3-4

Quando os fundamentos estão sendo destruídos, que pode fazer o justo?

O Senhor está no seu santo templo; o Senhor tem o seu trono nos céus.

Seus olhos observam; seus olhos examinam os filhos dos homens.

 

Eu creio que Davi escreveu esse Salmo quando estava sendo perseguido por Saul por seu medo de perder o trono para Davi (inveja). No v.1 a 3, Os amigos de Davi davam conselhos para que ele salva-se a sua vida e fugisse para os montes.

Essa não é a reação de muitos de nós quando somos ameaçados de algo? Quando alguém vai de encontro ao que pensamos ou queremos, nós nos defendemos e recuamos em nossos pensamentos sozinhos sem continuar falando o que pensamos?

Já falamos aqui de pessoas que estão morrendo por acreditarem no evangelho em alguns cantos do mundo, mas que hoje em dia nós não passamos por esses problemas. Será? Será que não somos atacados por nós mesmos quando as coisas não vão bem? Será que realmente cremos que Deus é o nosso salvador e que Ele está junto de nós o tempo todo nos ouvindo? Será que todo o tormento que estamos passando, iremos conseguir nos recuperar?

E Davi ao invés de dar uma resposta ele faz uma declaração. No v.4, ele diz que Deus não muda porque você está se sentindo coagido. Ele não se descabela, ou fica andando de um lado para o outro porque você não está conseguindo se defender. Ele não se espanta com os nossos problemas. Ele está no trono dele e de lá tudo vê e tudo sabe.

A Terra pode desmoronar, prédios caírem ou arvores se soltarem, mas Deus, não. Deus sempre transforma sofrimento e dor em triunfo.

Não foi assim em vários casos do antigo testamento? Quem lembra das histórias de José e Daniel?

José foi vendido pelos próprios irmãos, a esposa do seu chefe o prendeu numa prisão. Ele foi parar no fundo do poço.

Daniel era um jovem judeu intelectual. Estudante de faculdade renomada, estava entre os principais garotos da época. Mas, foi levado de Jerusalém junto com todos os rapazes. A cidade estava em ruinas.

Tanto José quanto Daniel, ficaram presos por anos. Podia alguém confiar nessas pessoas? Eram elas dignas de algo naquele local? Quem poderia ver algo de bom neles?

Mas, José se transformou no primeiro ministro da mesma cidade que o prendeu. E Daniel, virou conselheiro do rei.

E Jesus? Que passou pelos ataques do Diabo face-to-face?

Assim faz Deus. Ele faz coisas que não entendemos. Não se mete em todas as situações que nós mesmos nos metemos. Ele sabe que passamos por esses momentos para termos uma base sustentada lá na frente e assim não cairmos atoa quando realmente chegar a nossa hora de agir.

Lá de cima, ele vê tudo e a todos. Ele é o nosso refugio em todos os momentos. Tanto bons quanto maus. Do seu templo está Ele com Jesus, nosso advogado, nos protegendo e justificando para uma vida de santidade.

No v.5, diz que Deus põe a prova a todos. Não mais ou menos para ou para outro. Mas, uma prova de igual força para cada um. Ele sabe o quanto cada um pode aguentar.

“Se ele sabe que o garoto só aguenta levantar uma bicicleta e que o troglodita levanta um carro, então esses serão os seus testes.”

E afinal, Quem é o nosso Deus? O bem realmente triunfa? Deus realmente nos ouve em oração?

 

“Como Deus pode permitir que uma tragédia dessas acontece?”

“Por que Deus permite que eu sofra?”

“Por que eu devo Segui-lo se o caminho é tão complicado?”

“Como ele pode estar em todos os locais ao mesmo tempo?”

“Como ele pode nos ouvir em nossas orações?”

“Como ele pode me perdoar se eu não perdoo quem me faz mal?”

 

Isaias 55:8-9 diz que Deus não pensa como nós e o que ele tem para nós não é o que achamos que queremos para nós.

 

Nós pensamos: preserve o corpo. Ele pensa: preserve a alma.

Nós pensamos: preciso de um salario melhor. Ele pensa: preciso salvar os ímpios.

Nós pensamos: vou viver antes de morrer. Ele pensa: morra para que você possa viver.

Evitamos a dor e procuramos paz. Ele usa a dor para termos paz.

Gostamos do que enferruja, ele gosta do que dura.

 

Nossos pensamentos não são os pensamentos de Deus. Ele habita em outra dimensão.

Quer saber quem ele é o que faz? Olhe a sua volta.

A natureza é a oficina de Deus. O céu é o seu currículo e o universo o seu cartão de visita.

O que controla você não controla Deus.

 

Perguntas como as citadas no inicio, são feitas o tempo todo por nós. Como pode Deus estar no controle de tudo afinal? Porque temos que achar que a dimensão de Deus é igual a nossa? Será que ele é tão pequeno assim? Claro que não, basta ver tudo o que ele já criou e faz dia a dia.

 

Deus não é preso a um corpo como o nosso. Ele não está no seu templo e no firme controle do universo e de nossas vidas.

Em quanto vivemos o nosso futuro incerto, temos a confiança de que Deus está no controle. Por isso, não devemos orar com pouca convicção. Pois orações tímidas serão superficiais e vazias.

Assim, confiamos o nosso futuro. A nossa vida.

 

Mesmo quando fazemos algum mal aos nossos pais, eles nos protegem. Quando xingamos, quando reclamamos, mandamos eles não se meterem…. Eles sempre dão um jeito de contornar e nos proteger. Muitas vezes não compreendemos porque fazem isso. Mas, eles fazem.

Só quando viramos pais, conseguimos entender um pouco o que os nossos faziam por nós.

Assim é Deus. Mesmo que a gente peça que ele não se meta, ele está lá pronto para nos ajudar. Ouvir nossas orações e nos confortar.

Ele deu o seu próprio filho para morrer ao invés de nos perder. Como explicar essa paixão? Não explicamos.

 

“Se Deus é por nós, quem será contra nós?” – Romanos 8:31

 

A pergunta não está em “quem será contra nós?”. Se fosse só isso, era fácil responder. Falta de dinheiro, bandidos, inimigos, inflação, doença…

As dificuldades existem e podem nos prender num labirinto de fracas emoções.

Mas, sim nas 4 primeiras palavras. Se Ele é por nós, como pode ter algo contra?

Seus pais podem ter se esquecido de vocês. Seus irmãos, familiares, amigos. Seus professores te ignoram. Mas, no topo das suas orações está o criador dos oceanos, Deus.

Deus é por você. Não é “pode ser”, “foi”, “era”, “seria”… “Deus é.” Ele é por você. Nesse momento, nesse minuto, enquanto você me ouve, amanhã e sempre. Não precisa esperar em fila, voltar amanhã ou pedir para ele vir.   Ele está com você. E ponto final. Deus não será mais fiel amanha e nem foi ontem.

 

Ele é por você. Aqui, no trabalho, no carro, na fila do banco, na corrida, no torneio. Onde você estiver, ele está. Deus é por você.

 

Então perguntamos: “quem nos separa do amor de Deus?” Romanos 8:35.

 

Eu não faço muita coisa errada para ele continuar comigo? Será que eu já não me distanciei de mais? Será que ele ficará conosco sempre? Não só no domingo quando lustramos os sapatos e vamos ao culto. Mas, quando eu sou um idiota, quando o deixo de lado, quando maltrato um parente, quando reclamo dos vizinhos, ou quando me encho em cigarro e bebida. Ele ainda me quer junto?

 

Deus criou o mundo para que nós abitássemos nele. Deu o seu filho para que nós continuássemos a existir. Ninguém nos separa Dele. Podemos morrer, mas estaremos com Ele para a batalha final.

 

É muito melhor para nós pensarmos em Deus do que nas coisas da Terra.  Deus quer que comecemos e terminemos nossas orações pensando Nele. Quanto mais focados estivermos nas coisas dele, mais inspirados estaremos aqui na Terra.

 

Deus está no comando. Ele pode fazer o que quiser. Temos que tirar nossa mente de nós mesmos e dar a ênfase a Deus.

 

Deus governa o mundo através de Jesus, onde ele colocou todas as coisas debaixo dos seus pés e o designou cabeça de todas as coisas para a igreja.

 

Por isso devemos sempre declarar que Jesus é o nosso salvador e governador do nosso coração.

 

Porque Deus permite que a gente sofra em várias situações? Mas, em muitas situações vemos a bondade surgir da dor. Atos de “um por todos e todos por um”.

 

É possível que algo de ruim seja feito para o bem?

 

Vamos ao inicio. Satanás era o anjo mais belo de todos os anjos. Quase chegava a perfeição. Foi designado para cuidar do bem mais precioso de Deus. Mas, mesmo assim ele foi o inicio de todo o Mal. Através dele veio a ganância e o orgulho.

Ele queria ser acima de Deus, não aceitava que Deus amasse mais aos humanos do que a ele. Logo ele que fazia tudo o que Deus queria. Que era o mais belo e inteligente de todos os anjos, o modelo da perfeição.

 

Os anjos assim como os humanos foram criados para servir e adorar a Deus. Mas, Satanás queria ser como Deus. Foi dado aos anjos e os humanos o livre arbítrio e o seu orgulho foi a razão da sua queda. Ele é tão egocêntrico hoje como ontem, tão tolo hoje como quando estava adorando a Deus.

 

Deus conhece tudo e os anjos só conhecem o que Deus quer que eles conheçam.

 

Até hoje satanás é um servo de Deus. Sempre que ele tenta promover a sua causa acaba promovendo a causa de Deus. Satanás tem papéis diferentes a desempenhar dependendo dos propósitos de Deus.

Ele tem poderes terríveis, mas, limitados. Sabemos isso porque se não ele poderia destruir o mundo facilmente. Mas, Deus o limita as suas devidas obrigações.

 

Certamente satanás não pensa assim. Mas, Deus o usa para:

 

- Aperfeiçoar os fiéis: Todos temos problemas. Todos erramos em algum momento. Nunca podemos achar que somos perfeitos. Assim como Paulo que foi chamado por Deus e fez tudo o que ele pediu, mesmo assim ele tinha um espinho na carne. Não sabemos que espinho é esse, um câncer ou uma pessoa chata que não saia do seu lado, mas sabemos que foi dado por Satanás. E quando ele pediu que Deus o tira-se desse tormento, a sua resposta foi “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”.

 

Outro exemplo foi Jó. Deus permitiu que satanás o atacasse de todas as formas. Mas, impõe regras “Ele está em suas mãos. Mas poupe a vida dele”.

 

Satanás é a enxada do jardim de Deus. Ele corta apenas os galhos ruins que o jardineiro quer cortar e mantém os brotos bons.

 

- Despertar os que dormem: A disciplina muitas vezes é usada para chamar os que que dormem na presença de Deus. Uns são chamados a atenção e outros precisão levar um pedala-robinho. Então satanás é chamado para a sua tarefa.

Um exemplo foi Saul, que por orgulho e raiva foi tomado por um espirito maligno para sofrer as consequências dos seus atos.

 

- Ensinar a igreja: Satanás pediu a Deus a cabeça de Pedro. Mas, Pedro seria o testemunho vivo do Seu poder e por isso impediu que satanás  se aproxima-se.

 

Quando estamos magoados, falamos com amigos próximos esperando alguma resposta que nos ajude. Mas, precisamos parar de falar, para que ela possa falar e talvez nos ajudar.

Com Deus não é diferente. Muitas vezes oramos, mesmo que por vários minutos, explicamos nossos problemas, terminamos com “em nome de Jesus, amém” e logo em seguida fazemos outras coisas. Mas, não paramos para esperar a resposta. Não ficamos no silêncio. Acreditamos que Deus tem que responder em seguida, mas muitas vezes essas respostas vem em dias ou anos. Através de outras pessoas ou atitudes que tomamos.

 

Deixe que Deus seja Deus e tome as atitudes que ele crê que devam ser tomadas. E não as que você acha que são.

 

Esse é o ato de reverência que temos que ter ao aguardar no Senhor.

 

“Parem de lutar, saibam que eu sou Deus” Salmos 46:10

 

“Parem de lutar” um mandamento que nos orienta a nos calarmos e ajoelhar para orar ao invés de ficar brigando com o dia todos os dias.

 

“Saibam que eu sou Deus” – Promessa. Eu sou Deus e cuido de vocês.

 

A oração é o caminho mais próximo de se chegar a Deus. Através dela mostramos nossa reverência quando a fazemos de coração colocando o Senhor no centro dos nossos sentimentos e objetivos.

 

Quando alguém ora por nós, essa pessoa é apenas o meio em que Jesus está usando para chegar aos  nossos pensamentos.

 

Num exemplo da bíblia, um homem levou um pedido a Jesus de que Lazaro estaria muito doente e precisava da sua ajuda se não poderia morrer.

Nesse caso existem varias pessoas que foram usadas para que o pedido chega-se até Jesus. A sua mãe que convocou um amigo, o amigo que levou a mensagem, as pessoas que cuidaram de lazaro enquanto a ajuda não chegava, a pessoa que consolava sua mãe. E quando a mensagem chegou o amigo disse a Jesus “Aquele a quem amas, precisa da sua ajuda”. Ou seja, ele não usou do amor de lazaro que é imperfeito, mas buscou apelo na perfeição dizendo que “aquele a quem jesus ama precisa de ajuda”.

O poder da oração não depende de quem a faz mas de quem a escuta.

E jesus diz que lazaro ficará bom.

 

Deus irá parar o mundo para ouvir as suas preces. Ele te escuta.

 

Creio que entendemos que temos que colocar Deus nos nossos caminhos. Sempre e somente ele.

Não adianta tentarmos fazer coisas por conta própria. Sem a orientação de Deus, podemos nos encurralar.

Quando entregamos o nosso livre arbítrio a ele, e pedimos que nos proteja, ele faz a sua parte e expulsa os demônios que nos atormentam.

Para isso precisamos orar, aguardar o tempo de Deus e confiar que ele e por nós.

 

Bibliografia: 

- Dias melhores virão: Max Lucado (Ed. Thomas Nelson Brasil)

Fabio Santos

Fabio Santos é empreendedor focado na área de desenvolvimento de sistemas para e-Commerce e em difundir para o maior número de pessoas na cidade de Joinville e todo o mundo a palavra do nosso senhor Jesus Cristo.

More Posts

Avalie o autor:

Comentários

comentários

Tags : , , , ,

Se você gostou deste post, por favor considere a deixar um comentário ou assinar o feed e obter futuros artigos entregues ao seu leitor de feed?.

Deixar comentário